domingo, 30 de agosto de 2009

Tecla SAP para homens (e mulheres)

*foto de Guy Bourdin - para ler sobre o fotógrafo, clique aqui

- Menina, não consigo entender os homens!
- E eu? Cada assombração que me aparece...
- O tal fulaninho... Saímos na sexta, sábado e domingo.
- Bom...
- Daí ele me ligou na segunda, terça, quarta e quinta, me contou tudo o que tinha feito durante esses dias e ficou repetindo: “vou te ligar pra gente sair no final de semana...”
- Sei...
- Sexta, sábado, domingo e nada...
- ???
- Nada!
- E...
- Então pra quê ficou alimentando, p....?
- É!! Pra quê bancou o apaixonadinho??
- Por que não foi sincero??
- Bastava não prometer nada. Tão simples...
- É... Não entendo...
- Comigo foi a mesma coisa, amiga. Caso antigo. Saímos na sexta. No sábado ele viajou. Me ligou quando estava chegando lá e contou tudo o que aconteceu no caminho. À noite, ligou de novo. Nos três dias seguintes, o mesmo: me liga no final do dia pra contar tudo o que fez durante o dia com uma precisão de detalhes que chega me deu enjôo...
- Lá vem bomba...
- Falou que queria ver o filme tal no fim de semana e...
- Sumiu?
- Clássico. Então pra quê bancou o namoradinho? A iniciativa foi dele, c......! Eu só correspondi, e, mesmo assim, muito discretamente...
- O pior você não sabe! As mulheres também fazem isso. Nosso amigo, o fulano, me conta suas desventuras sempre. Várias vezes ele quis namorar certinho, as mulheres deram a entender que queriam e tal e, de repente... pum, sumiam sem deixar vestígios. É f...!
- É mesmo, menina??? Pensei que essa era uma especialidade exclusiva dos homens...
Nisso, chega o cicrano, outro amigo da dupla, e pega o bonde andando.
- O que vocês estão falando?
- Xiii... Tamo metendo o pau nos homens. Vai defender a classe?
- Depende. Quais são os argumentos?
- Lá vem o advogado...
- É que a gente não consegue entender os homens.
- Isso mesmo!
- Eles são muito complicados... - gritaram as duas, em coro.
Cicrano interrompeu a dupla bruscamente.
- Posso falar? Não tem nada de complicado na gente.
- Como não???
- É muito simples: se é “complicado”, é porque ele não tá afim. Não tem outra interpretação. Se o cara tá afim, ele vai demonstrar, vai procurar, vai dar a entender. Senão, simplesmente não quer nada contigo. E o mesmo vale para as mulheres “complicadas”.
- Mas e aí? Vamos pra onde, hoje? – se atropelaram as duas.

Um comentário:

Jose Haroldo disse...

Pior que é assim mesmo que acontece. Geralmente, eu disse geralmente, ou seja, na maioria das vezes, quando alguem nao esta afim inventa milhoes de desculpas e nao eh direto no assunto.
O ser humano complica muito as coisas...