sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Bukowski - meu vício literário

"Se for tentar, vá até o fim. Caso contrário, nem comece. Isto pode significar perder garotas, esposas, parentes, amigos e talvez, sua mente. Pode significar ficar três ou quatro dias sem comer. Congelar num banco de um parque. Pode significar cadeia, menosprezo. Pode significar zombaria, isolamento. Isolamento é a dádiva. Todo o resto é um teste de sua persistência, do tamanho da sua vontade. E você fará. Apesar da rejeição e das piores probabilidades. E será melhor do que qualquer coisa que possa imaginar. Se você for tentar, vá até o fim. Não há sensação como esta. Você estará a sós com os deuses. E as noites resplandecerão com fogo. Você encaminhará a vida para o sorriso perfeito. É a única boa luta que existe."

Charles Bukowski – Factotum

Factotum – Sem destino
Baseado no livro de Charles Bukowski, "Factotum" é a história de um homem vivendo no limite, de um escritor que está disposto a arriscar tudo para se certificar de que sua vida é sua poesia. Henry chinaski trabalha em fábricas e armazéns para dar suporte ao que realmente gosta de fazer: beber, apostar nos cavalos, dar em cima de mulheres tão baixas quanto ele e, acima de tudo, escrever histórias que ninguém quer publicar.

Um comentário:

carol sakurá disse...

Olá!

Cheguei aqui indicada pelo Léo Lagden.Adorei!
Já virou um vício literário!
Bukowski me remete um pouco a Woody Allen.

Abs!

Carol Sakurá
http://lepoeteenfleur.blogspot.com